domingo, 18 de agosto de 2019


Seg, 20 de Agosto de 2018 12:52

Ex-petista André Vargas é condenado na Lava Jato

O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Jato na primeira instância, condenou por lavagem de dinheiro o ex-deputado federal pelo PT André Vargas, o irmão dele, Leon Vargas, o empresário Marcelo Simões e a ex-contadora de Alberto Youssef, Meire Poza.

A sentença é de sexta-feira (17). De acordo com Moro, eles ocultaram quase R$ 2,4 milhões com origem em crimes em contrato entre a Caixa Econômica Federal e a empresa IT7 Sistemas, de Pinhais, na Região de Curitiba.

Veja abaixo a quanto tempo e qual tipo de regime cada um foi condenado:

  • André Vargas foi condenado a seis anos de prisão em regime inicial fechado.
  • Leon Vargas foi condenado a cinco anos de prisão em regime inicial semiaberto.
  • Marcelo Simões foi condenado a cinco anos e quatro meses, em regime inicial fechado.
  • Meire Poza foi condenada a dois anos e três meses de prisão em regime inicial aberto. A pena dela foi substituída por prestação de serviços e pagamento de multa.

Vargas foi preso na 11ª fase da Lava Jato, em abril de 2015, e, atualmente, está no Complexo-Médico Penal (CMP) em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. O irmão também está preso no mesmo lugar, desde fevereiro desde ano.

Durante a sentença, Moro também reforçou que André Vargas recebeu propina não só quando era deputado federal, mas também quando estava no cargo de vice-presidente da Câmara, entre 2013 e 2014.

"A responsabilidade de um Vice-Presidente da Câmara é enorme e, por conseguinte, também a sua culpabilidade quando pratica crimes", escreveu Moro na sentença.

 

 




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box