Seg, 10 de Setembro de 2018 15:37

Candidatos recebem nesta terça-feira demandas da saúde do Paraná


 

Os quatro principais candidatos ao governo do Estado, que estão mais bem colocados nas pesquisas de intenção de votos, vão conhecer nesta terça-feira (11), a partir das 14h, as principais demandas dos hospitais filantrópicos do Paraná. Cida Borghetti (PP), Dr. Rosinha (PT), João Arruda (MDB) e Ratinho Junior (PSD) já confirmaram presença no evento organizado pela Federação das Santas Casas de Misericórdia e Hospitais Beneficentes do Estado do Paraná (Femipa), que vai marcar a entrega do Caderno de Propostas produzido pela entidade. Além de receberem o caderno, os candidatos também poderão apresentar suas propostas para a Saúde e participarão de um bate-papo com os presentes. O encontro vai reunir dirigentes das santas casas e hospitais filantrópicos de todo o Estado. A entrega do documento será realizada no Salão Nobre da Santa Casa de Curitiba (Praça Rui Barbosa, 694, Centro, Curitiba).

“O Caderno de Propostas reúne as principais demandas ligadas ao segmento hospitalar. Mais uma vez, a Femipa se antecipa às propostas que serão apresentadas pelos candidatos às eleições 2018, com o intuito de contribuir para o debate democrático e construtivo em torno de ideias, projetos e iniciativas que permitam o avanço em qualidade, oferta e equilíbrio econômico-financeiro dos atendimentos de serviços de saúde à população paranaense. O documento também tem por objetivo garantir o comprometimento dos candidatos para com o setor e, por fim, com a saúde dos usuários do SUS”, declara o presidente da Femipa, Flaviano Feu Ventorim.

As demandas passam por questões como garantia de pagamento pelos serviços prestados, melhorias nas opções de financiamento, capacitação dos profissionais, entre outros assuntos. O documento traz, ainda, uma carta aberta aos candidatos à Presidência da República, assinada pelo presidente da Confederação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos (CMB), Edson Rogatti, que destaca a importância das instituições de Saúde filantrópicas para o Brasil e as principais reivindicações do segmento.

A Femipa, que ao longo dos 32 anos de fundação consolidou-se como a principal voz do segmento hospitalar no Paraná, reitera publicamente seu compromisso com a transparência e a ética nas relações com as autoridades públicas, sempre visando o bem-estar dos usuários dos serviços de saúde atendidos pelas instituições que representa.

Sobre a Femipa

A Federação das Santas Casas de Misericórdia e Hospitais Beneficentes do Estado do Paraná (Femipa), que representa 60 instituições hospitalares no Estado, foi fundada em 12 de março de 1986, por iniciativa do engenheiro Ivo Arzua Pereira.

Os hospitais afiliados à Femipa são responsáveis por mais de 50% dos atendimentos ao Sistema Único de Saúde (SUS) no Estado e chegam a atender 70% da demanda no Estado em procedimentos de alta complexidade.

Ao longo desses anos de atuação, a Federação se tornou uma entidade representativa forte, que age em defesa de interesses comuns, contribuindo para a definição de políticas públicas e interagindo com instituições públicas e privadas que visam melhorar a saúde da população.

A participação ativa nos Conselhos Municipal e Estadual de Saúde, junto à Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas (CMB) e a outros organismos ligados à saúde no Estado garante aos filiados a certeza de representatividade efetiva.

A Federação é membro da Confederação Internacional das Misericórdias (CIM), membro da diretoria da Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Beneficentes (CMB), do Conselho Estadual de Saúde do Paraná (CES), do Conselho Municipal de Saúde de Curitiba e foi uma das fundadoras do Instituto de Planejamento e Pesquisa para a Acreditação de Saúde (IPASS). (Bem Paraná)




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box