domingo, 21 de outubro de 2018


Sex, 28 de Setembro de 2018 12:48

Hospital Evangélico de Curitiba é arrematado por R$ 215,5 milhões


O Hospital Evangélico de Curitiba foi arrematado R$ 215,5 milhões pelo Instituto Mackenzie na manhã desta sexta-feira (28), de acordo com o leiloeiro Helcio Kronberg.

O consórcio MACK-HE Dourados é a união do Instituto Presbiteriano Mackenzie com a Associação Beneficente Douradense.

A Faculdade Evangélica do Paraná (Fepar) foi arrematada junto com o hospital. O lance mínimo era de R$ 205.994.575,67.

Três consórcios participaram deste leilão. Outro tinha sido realizado em agosto, mas a Justiça o anulou por falta de pagamento. O arremate anterior foi no valor de R$ 259 milhões.

Segundo o juiz Eduardo Milleo Baracat, da 9ª Vara do Trabalho de Curitiba,o consórcio vencedor do leilão desrespeitou o prazo de dois dias úteis, contados a partir do leilão, para efetuar o pagamento do sinal, equivalente a 20% do valor da arrematação. Por isso, houve a anulação.

O hospital tem uma dívida de aproximadamente R$ 230 milhões e está sob a intervenção da Justiça do Trabalho desde dezembro de 2014.

O Hospital Evangélico de Curitiba

O Hospital Evangélico de Curitiba é particular e sem fins lucrativos. A instituição atende a 35 mil pessoas por mês – sendo a grande maioria pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Além disso, recebe pouco mais da metade (51%) dos casos de emergência de Curitiba e da Região Metropolitana.

Noventa e cinco porcento dos atendimentos feitos no Evangélico são do SUS. Os outros 5% são referentes a convênios e atendimento particular.

O hospital é conhecidamente referência no tratamento de queimados. Conforme a instituição, é também referência em cirurgias plástica e bariátrica, transplantes de fígado e rim, neurocirurgia, ortopedia e na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal.(Por G1/PR)




Twitter - Políticos

Michel Temer


Beto Richa


Rafael Greca


Álvaro Dias


Gleisi Hoffman


Roberto Requião

S5 Box