domingo, 21 de outubro de 2018


Sex, 28 de Setembro de 2018 20:58

Críticas, ataques, apelidos jocosos – o que mais rolou no debate dos candidatos ao governo promovido pela RIC TV

Não se esperava coisa melhor... Não se esperava coisa melhor...


No segundo debate que reuniu todos os principais candidatos ao governo do Paraná (Ratinho Junior – PSD – e Cida Borghetti – PP – só haviam participado do encontro na Band, no início da campanha), promovido nesta sexta-feira, pela RICTV, as ligações dos dois primeiros colocados nas pequisas com o ex-governador Beto Richa (PSDB), envolvido em diversos escândalos de corrupção e que chegou a ser preso na última semana, foram bastante exploradas pelos candidatos oposicionistas. Enquanto Cida e Ratinho defendiam-se dos ataques e tentavam pautar outros assuntos. João Arruda (MDB), com contundência, e Professor Piva (Psol), com ironia, não deixavam os adversários descolarem de Richa. Já Dr. Rosinha (PT) usou quase todo seu tempo no debate para pautar a eleição nacional e defender a candidatura de Fernando Haddad e o legado de Lula.

Já na primeira pergunta do debate, Arruda questionou a governadora Cida Borhetti como ela tenta colar em Ratinho o status de “secretário de Richa” tendo ela sido vice do tucano e o tendo em sua chapa (o ex-governador é candidato ao Senado). “Os paranaenses estão cansados de corrupção. Neste momento, o Paraná quer atitude. Eu fui vice, mas não assumi nenhuma secretaria. Assumi o governo há 6 meses e varri a corrupção para fora do governo. Não tenho qualquer envolvimento com os atos de corrupção que estão sendo relevados e, por isso, criei a divisão de combate a corrupção e dei autonomia para investigar e inclusive demitir secretários e diretores de empresas para combater a corrupção”, disse Cida. “Eram, os dois (Cida e Ratinho) muitos próximos, agora querem jogar o Richa em um rio. Um secretário, outro vice. É importante que a gente divida as coisas, para que o paranaense sabe quem era oposição. Eu fui oposição por 8 anos. Antes eles brigavam para estar no helicóptero do Richa, hoje eles querem estar longe”, replicou Arruda. “Os nomes fortes do governo Richa todos estão oficialmente na campanha do Ratinho”, disse Cida, citando o ex-secretário de Agricultura Norberto Ortigara, o ex-chefe da Casa Civil Valdir Rossoni e o presidente da Assembleia Legislativa, Ademar Traiano.

Depois, ao discutir educação com Ratinho Júnior, Arruda lembrou o massacre dos professores em 29 de abril de 2015. “Não se ofenda, mas o governo do Paraná, do qual o senhor foi secretário, nunca investiu 35% do Orçamento em educação, e você não entende nada de educação. Quero que vcoê responda agora sobre o 29 de abril. Você diz que não teve participação direta, mas você nunca falou com o governador sobre isso? Nunca o criticou pela violência contra os professores?”, questionou. “É a velha política, as caricaturas do Paraná. Todo mundo sabe que não há quem defenda a violência, foi um caso lamentável, que não deve se repetir”, respondeu Ratinho. Em outro momento, o candidato do PSD foi mais duro ao responder, indiretamente, ataques de Arruda. “A velha política é essa estratégia, tentar desconstruir na mentira. Isso o paraná conhece desde a década de 1990. Apreenderam jornais apócrifos na barraca do João, tive direito de resposta, mas vamos passar por cima disso, quero apresnetar propostas e mostrar que nosso plano de governo é o melhor para o Paraná, para construir um Paraná inovador”.

Arruda ainda voltou a criticar Cida e Ratinho e suas relações com Beto Richa ao comentar a questão do pedágio. “Sempre fui contra esse modelo de concessão de pedágio, enquanto os vices de Ratinho (Darci Piana) e Cida (Coronel Malucelli) assinaram documentos pedindo a renovação dessas concessões. Eles queriam renovar esses contratos, os contratos da corrupção, como mostra a Operação Integração”.

Piva abusou das ironias: chamou Ratinho Junior de “cueca de seda” apelido dado pelo apresentador Ratinho, pai do candidato, a adversários de seu filho em eleições passadas, disse que o candidato parecia o Neymar, ao pular por cima dos assuntos que lhe eram perguntados e perguntou ao ex-deputado “quantos tico-ticos entraram em sua gaiola”, em referência ao termo utilizado por Beto Richa para se referir a propina nas gravações obtidas pela operação Rádio Patrulha. “O candidato dormiu com Mazzaropi. Fui secretário, fiz milhares de obras, nenhuma investigada. Tenho história de trabalho pelo estado, de colaboração, implantamos o maior programa de acessibilidade no país”, respondeu Ratinho. “Os desvios de recursos foram utilizados em campanhas políticas. Há 20 anos ele faz campanha com essa gente, vocês acreditam que não sobrou nenhum tostão pra ele?”, replicou Piva. “Você está me confundindo, eu fiz política de forma transparente e com minha honra ninguém brinca. Eu não ou filho da política, sou filho do trabalho. Tudo o que fiz na minha vida foi de maneira correta. Não tenho compromisso com o erro”, concluiu Ratinho.(Resumo do Paraná Portal)




Twitter - Políticos

Michel Temer


Beto Richa


Rafael Greca


Álvaro Dias


Gleisi Hoffman


Roberto Requião

S5 Box