quarta, 19 de dezembro de 2018


Seg, 01 de Outubro de 2018 12:32

Cabeleira também recebia recursos indevidos nos governos Requião e Lerner, diz blog



O ex-diretor do DER, Nelson Leal Junior, declarou ao Ministério Público que  Antônio Carlos Cabral de Queiroz, o “Cabeleira”, era o elo do recebimento de recursos indevidos nos governos Jaime Lerner e Roberto Requião (MDB) das concessionárias de pedágio.

Segundo Leal, a festa começou em 1999 e a última remessa que ele soube foi de janeiro de 2018.

Aldair Petry, o “Neco” tinha um armário dentro da secretaria de Infraestrutura para guardar dinheiro da propina.

Pepe Richa, Neco e Cabeleira conversavam diariamente com objetivo básico de conseguir recursos das concessionárias, através de aditivos contratuais para aumento da tarifa. (Blog do Tupan/Bem Paraná)





Twitter - Políticos

Michel Temer


Beto Richa


Rafael Greca


Álvaro Dias


Gleisi Hoffman


Roberto Requião

S5 Box