sexta, 16 de novembro de 2018


Qua, 07 de Novembro de 2018 19:04

Marcelo Odebrecht, Emílio Odebrecht e ex-executivo da empreiteira prestam depoimento em ação da Lava Jato

Lula e Emílio eram íntimos - no tempo das vacas gorda... Lula e Emílio eram íntimos - no tempo das vacas gorda...


 

O ex-executivo do Grupo Odebrecht, Alexandrino de Salles Ramos de Alencar e o ex-presidente da empreiteira Marcelo Odebrecht, além do empresário Emílio Odebrecht, prestaram depoimento à juíza federal substituta Gabriela Hardt na tarde desta quarta-feira (7) em uma ação da Lava Jato.

As investigações desse processo apuram se o ex-presidente Lula recebeu propina de empresas como a OAS e a Odebrecht por meio de reformas e decoração em um sítio em Atibaia (SP), em troca de favorecimento em contratos com a Petrobras.

Lula, Marcelo Odebrecht, Emílio Odebrecht, Alexandrino e mais nove investigados são réus nesta ação penal.

De acordo com as investigações, as obras começaram no sítio quando Lula ainda era presidente. A propriedade não está no nome dele, mas era usada pela família do ex-presidente, conforme a força-tarefa da Lava Jato.

Alexandrino foi o primeiro a ser ouvido, por volta das 14h. Ele reafirmou as informações que já disse em depoimentos de delação premiada.

Entre as questões estão a de que a falecida ex-primeira dama Marisa Letícia o procurou para "agilizar" a reforma no sítio e que a obra seria uma "surpresa" para Lula. Segundo Alexandrino, a reforma seria para benefício e usufruto do ex-presidente para quando ele saísse da presidência.

 




Twitter - Políticos

Michel Temer


Beto Richa


Rafael Greca


Álvaro Dias


Gleisi Hoffman


Roberto Requião

S5 Box