segunda, 17 de dezembro de 2018


Seg, 19 de Novembro de 2018 19:33

Ranking internacional aponta melhorias no ambiente de negócios brasileiro


 

Elaborado anualmente pelo Banco Mundial, o ranking Doing Business foi divulgado na quarta-feira (31/10) e revelou a melhora do ambiente para se fazer negócios no Brasil. De acordo com o documento, o país ganhou 14 posições e agora ocupa o 109º lugar, configurando o maior avanço entre as economias da América Latina e do Caribe.

ranking avalia, em 190 países, a influência da legislação e da burocracia no cenário empresarial. São analisados aspectos como o número de dias gastos na abertura de empresas, pagamento de impostos, obtenção de alvarás de construção, obtenção de crédito e execução de contratos, entre outros.

“Cotidianamente, o mundo dos negócios apresenta desafios e o Sebrae exerce um papel fundamental nesse processo. Ao oferecer nossos serviços e soluções, preparamos os empreendedores e viabilizamos parte dessa mudança revelada pelo ranking. Nós temos a receita certa para um ambiente empreendedor mais digno e justo”, garante o superintendente do Sebrae no Distrito Federal, Rodrigo Sá.

O documento destaca a iniciativa brasileira de manter e criar plataformas online para simplificar o registro e o licenciamento de novas empresas, como a Rede Nacional para Simplificação do Registro e Legalização de Empresas e Negócios (RedeSim) e o Sistema de Registro e Licenciamento de Empresas, que evita o deslocamento de empreendedores a diferentes órgãos licenciadores, diminuindo o tempo de atendimento e, consequentemente, o período para o registro de um novo negócio.

No Distrito Federal a plataforma começou a ser utilizada há quase três anos e contribuiu para uma significativa transformação no cenário empreendedor da capital nacional. Desde então, já foram realizados mais de 123 mil atendimentos no sistema, que atualmente concentra as informações necessárias para formalizar um novo negócio e evita que o empreendedor ou o potencial empresário precise se deslocar entre diversos órgãos públicos durante o atendimento.

Com o uso do sistema, o tempo de abertura de uma empresa – que já foi de até 120 dias – caiu para menos de cinco e conduziu o DF à liderança do ranking nacional elaborado pela Receita Federal junto à RedeSim, que afere a facilidade para se abrir uma empresa no país. “Os números do RLE@Digital têm um expressivo impacto no resultado do relatório. O sistema potencializou o atendimento aos empreendedores brasilienses e tornou mais fácil e rápido formalizar um pequeno negócio no DF. Dessa forma, possibilitamos o surgimento e a efetivação de novos negócios em nosso território”, explica Sá.




Twitter - Políticos

Michel Temer


Beto Richa


Rafael Greca


Álvaro Dias


Gleisi Hoffman


Roberto Requião

S5 Box