terça, 11 de dezembro de 2018


Qui, 22 de Novembro de 2018 08:21

Brasil está nas semifinais do Campeonato Pan-Americano e se garante em Lima-2019

Thiago Monteiro em ação Thiago Monteiro em ação



As seleções masculina e feminina estão classificadas para a fase semifinal do torneio por equipes do Campeonato Pan-Americano de Tênis de Mesa, em Santiago, no Chile. Nesta quarta-feira (21), no Centro de Entrenamiento Olímpico, as meninas derrotaram a República Dominicana, enquanto os rapazes venceram Cuba. Em ambos os confrontos, os brasileiros venceram todas as partidas. Automaticamente, conquistaram a vaga nos Jogos Pan-Americanos de Lima-2019.

Nesta quinta-feira, os brasileiros brigam por uma das duas vagas em cada gênero na Copa do Mundo por Equipes. Os jogos que podem garantir a vaga na decisão do Campeonato Pan-Americano e, consequentemente, na disputa mundial, ainda não têm horário definido. No masculino, o adversário será o Paraguai. No feminino, a disputa será contra as canadenses

As meninas não tiveram muitas dificuldades diante das dominicanas. A dupla Lin Gui/Jessica Yamada bateu Yasiris Ortiz/Esmerlyn Castro, por 3 a 0 (11/7, 11/9 e 11/7); Bruna Takahashi superou Eva Brito, por 3 a 1 (8/11, 11/6, 11/2 e 11/9); e Jessica Yamada venceu Esmerlyn Castro, também por 3 a 1 (7/11, 12/10, 11/6 e 11/9).

"O desempenho das meninas foi bom. Amanhã será um jogo muito duro contra o Canadá. Esse novo sistema começando com as duplas tem sido bom para nós, pois não perdemos nenhuma até agora e estamos crescendo. Se começarmos bem o confronto, temos grandes chances de conquistar a vaga", analisa o técnico das meninas, Hugo Hoyama.

A Seleção masculina também não teve muito trabalho diante dos cubanos. A dupla Humberto Manhani/Thiago Monteiro bateu Livan Martinez e Jorge Campos, por 3 a 0 (11/4, 11/3 e 11/3); Eric Jouti superou Andy Pereira, por 3 a 1 (11/9, 6/11, 11/6 e 13/11); e, Thiago Monteiro derrotou Jorge Campos, por 3 a 0 (11/8, 11/7 e 11/6).

"A nossa atuação foi muito boa. Cuba é sempre uma equipe perigosa e nossos confrontos com eles costumam ser equilibrados. Os meninos tiveram boa performance, jogando com muito foco e bom espírito de luta", disse o técnico Lincon Yasuda.

CBTM é eleita a segunda melhor confederação do país pela Sou do Esporte

 

Campestrini recebe a premiação

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) foi premiada, nesta quarta-feira (21), no Rio de Janeiro (RJ), como a segunda melhor confederação esportiva do país pela Sou do Esporte. Depois de ter sido indicada pela quarta vez consecutiva entre as cinco melhores do nosso esporte, desta vez a CBTM obteve sua melhor colocação no ranking que mede as ações de gestão e governança, perdendo apenas para a Confederação Brasileira de Vela.

Uma prata conquistada através de cumprimento rígido de regras de gestão e governança. Nos últimos anos, a CBTM tem buscado a excelência em sua administração. Em 2015, ficou em quinto lugar no ranking. Nos dois anos seguintes, obteve a terceira colocação.

O CEO da CBTM, Geraldo Campestrini, representou o presidente Alaor Azevedo, que está em Santiago, no Chile, acompanhando a Seleção Brasileira no Campeonato Pan-Americano. Ele fez questão de ressaltar a importância do prêmio para o esporte brasileiro.

"É muito importante, pois estamos motivando cada vez mais os dirigentes do esporte brasileiro a adotarem as melhores práticas, não de forma punitiva, como é o caso de uma legislação, mas de forma positiva. Nós, da CBTM, estamos muito felizes com este reconhecimento e prometemos nos empenhar ainda mais para evoluirmos em 2019", explicou.

A Sou do Esporte é uma associação sem fins lucrativos que atua como rede de relacionamento entre atletas, entidades esportivas, poder público e setor privado. Entre seus principais valores estão a ética, a transparência, o trabalho em equipe e a responsabilidade com si próprio e terceiros. Este é o único prêmio da América Latina de governança de entidades esportivas.

A cerimônia de entrega, que foi apresentada pelo ex-capitão da Seleção Brasileira de Vôlei, Carlão, contou com a presença do governador eleito do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, e também com diversos dirigentes e figuras emblemáticas do esporte. Um dos momentos de maior destaque foi a homenagem recebida pela lutadora de MMA Priscila 'Pedrita' Cachoeira, que falou sobre sua luta contra as drogas e a importância do esporte neste processo. A atleta paralímpica Verônica Hipólito, que superou diversos problemas de saúde para seguir competindo, também arrancou aplausos entusiasmados dos presentes.

A Sou do Esporte também homenageou Yane Marques (pentatlo moderno), por sua trajetória; a ex-tenista Maria Esther Bueno (que faleceu em 8 de junho de 2018 e recebeu uma homenagem especial); o gestor do ano, Sérgio Barbosa Domenici (CEO da Liga Nacional de Basquete); o professor de Educação Física Fagner José Passos, de Monte Belo (MG), na categoria Atitude Positiva; e os projetos Fundetennis e Tênis na Lagoa, na categoria Sou do Esporte Solidário.

(Fonte: Assessoria de Comunicação da CBTM)




Twitter - Políticos

Michel Temer


Beto Richa


Rafael Greca


Álvaro Dias


Gleisi Hoffman


Roberto Requião

S5 Box