segunda, 17 de dezembro de 2018


Sex, 23 de Novembro de 2018 11:15

Seleção feminina conquista o Campeonato Pan-Americano e a vaga na Copa do Mundo

Bruna, da seleção campeã Bruna, da seleção campeã


Brasil vence os Estados Unidos na decisão e garante vaga na Copa do Mundo por Equipes 2019, que será disputada no Japão


A equipe feminina de tênis de mesa do Brasil garantiu, nesta quinta-feira (22), o título do Campeonato Pan-Americano, em Santiago, no Chile. As brasileiras venceram os Estados Unidos na final, por 3 a 2. A participação na final do torneio garantiu a vaga na Copa do Mundo por Equipes, que será disputada em novembro de 2019, em Tóquio, no Japão.

O passaporte para a Copa do Mundo foi carimbado no jogo da semifinal, contra as canadenses, disputado poucas horas antes da decisão do título. Um confronto sempre difícil, com vitória brasileira por 3 a 2.

Na primeira partida, a dupla Lin Gui/Jéssica Yamada sofreu o primeiro revés no torneio, para Mo Zhang e Alicia Cote, por 3 a 2 (9/11, 11/6, 11/9, 6/11 e 9/11). Logo depois, Bruna Takahashi deixou o placar igualado na disputa pela vaga na decisão, ao derrotar Ivy Liao, por 3 a 0 (11/3, 11/6 e 11/8). No terceiro confronto, as brasileiras viraram, com Lin Gui superando Alicia Cote, por 3 a 1 (7/11, 11/8, 11/6 e 11/3).

O quarto jogo poderia definir a vaga, mas Bruna Takahashi acabou batida por Mo Zhang, em jogo equilibradíssimo, por 3 a 1 (13/11, 10/12, 10/12 e 3/11). Coube a Jessica Yamada garantir a classificação brasileira, vencendo Ivy Liao, por 3 a 2 (6/11, 11/5, 9/11, 11/7 e 12/10).

Na final, as brasileiras voltaram a mostrar um grande desempenho e muita garra. Lin Gui e Jessica Yamada foram superadas pela dupla Yue Wu/Lily Zhang, por 3 a 2 (11/6, 5/11, 5/11, 13/11 e 6/11). Bruna Takahashi venceu Xinyue Wang, por 3 a 1 (6/11, 11/6, 11/6 e 11/9); Lin Gui virou o placar, ao derrotar Lily Zhang, por 3 a 1 (11/7, 4/11, 12/10 e 13/11). Xinyue Wang voltou a empatar o confronto, ao superar Jessica Yamada, em um jogo extremamente emocionante, por 3 a 2 (6/11, 12/10, 11/9, 7/11 e 12/14). Finalmente, Bruna Takahashi garantiu o ouro para as brasileiras, ao bater Yue Wu, por 3 a 0 (11/9, 11/8 e 12/10).

"Essa união do grupo foi muito importante, assim como essa vontade de elas ultrapassarem barreiras a cada jogo. As nossas atletas tiveram paciência para jogar, entender quando perdiam os pontos. O título foi muito importante pelo que elas passaram nos jogos, para mostrar para cada uma delas que todas têm condições de se superarem. De coração, parabenizo as meninas, pois elas mereceram vencer", disse o técnico Hugo Hoyama.

(A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte).


-x-x-x-x-



Twitter - Políticos

Michel Temer


Beto Richa


Rafael Greca


Álvaro Dias


Gleisi Hoffman


Roberto Requião

S5 Box