segunda, 17 de dezembro de 2018


Dom, 25 de Novembro de 2018 13:18

Boca Juniors insiste em melar a decisão da Libertadores

Jogadores do Boca, aparentemente bem Jogadores do Boca, aparentemente bem



 Depois dos acontecimentos de ontem, com grande dose de exagero e encenação de jogadores e dirigentes, clube ameaça não disputar a partida de hoje, que até agora está confirmada pela confederação.

 O Boca Juniors não quer jogar a volta da final da Copa Libertadoresneste domingo. O presidente do clube, Daniel Angelici, encaminhou uma nota oficial à Conmebol pedindo a suspensão da partida.

 Segundo o clube, não há igualdade de condições para a disputa da decisão, uma vez que os atletas xeneizes tiveram seu ônibus atacado e viram dois companheiros irem parar no hospital.

O Boca Juniors pede ainda que se aplique o artigo 18 do regulamento, que prevê diversas punições possíveis ao River Plate, desde uma simples advertência até a eliminação do rival.

A decisão foi tomada em consenso entre membros da diretoria, comissão técnica e jogadores do clube. Perguntado se a equipe entraria em campo neste domingo no caso de determinação da Conmebol, um membro do estafe do Boca que prefere não se identificar respondeu: 'Esperamos que não'.




Twitter - Políticos

Michel Temer


Beto Richa


Rafael Greca


Álvaro Dias


Gleisi Hoffman


Roberto Requião

S5 Box