segunda, 17 de dezembro de 2018


Dom, 02 de Dezembro de 2018 12:47

Deputado paranaense diz que lentidão do STF para decidir auxílio-moradia na Justiça teve custo bilionário

Deputado Rubens Bueno/Paraná (Foto: Imprensa Câmara) Deputado Rubens Bueno/Paraná (Foto: Imprensa Câmara)


 O deputado Rubens Bueno (PPS-Paraná) está entre os brasileiros mais indignados com o aumento de 16,3% da Justiça, sancionado pelo presidente Michel Temer, e com o desinteresse do Supremo Tribunal federal (STF) de decidir sobre o indecoroso auxílio-moradia. Para ele, o caso deveria ter sido julgado sem demora, mas o relator não quis. “A demora do ministro Luiz Fux custou R$5,4 bilhões ao País”, estima. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Relator da comissão especial sobre teto constitucional para salários no setor público, Rubens Buenos está otimista com o fim da farra.

O ex-líder do PPS propõe no relatório o fim dos penduricalhos que aumentam os salários da magistratura: “Tudo ficará dentro do teto”.

Bueno quer o relatório votado ainda este ano, mas apesar da gravidade da situação o líder do governo pediu adiamento por cinco sessões. (Diário do Poder)




Twitter - Políticos

Michel Temer


Beto Richa


Rafael Greca


Álvaro Dias


Gleisi Hoffman


Roberto Requião

S5 Box