quinta, 17 de janeiro de 2019


Qua, 12 de Dezembro de 2018 11:10

Theresa May vai enfrentar voto de desconfiança nesta quarta

May contra a parede..; May contra a parede..;


Processo pode retirá-la da liderança do Partido Conservador e, consequentemente, do posto de premiê britânica.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, enfrentará nesta quarta-feira (12) um voto de desconfiança sobre a liderança do seu partido, o Conservador. Seus correligionários conseguiram o apoio necessário para iniciar esse processo que pode retirá-la do comando da legenda e, consequentemente, do poder.

O presidente do Comitê 1922, que reúne o grupo na Câmara dos Comuns, Graham Brady, recebeu 48 cartas necessárias dos deputados do partido para convocar a votação.

Theresa May pode perder a liderança do partido se 158 dos 315 parlamentares conservadores votarem contra ela. Se ela perder, May deve renunciar e haverá uma nova votação dentro do partido para escolher um novo líder. Ela permanecerá líder e premiê do Reino Unido, até que o seu o sucessor seja indicado. Se ela ganhar, May não poderá ser desafiada pelos correligionários novamente por um ano.

May reage

May defendeu sua liderança logo depois do anúncio de que ela estará em votação nesta tarde. Ela ressaltou que que uma mudança no comando do partido nesse momento poderia atrasar ou até parar o brexit.

"Um novo líder não teria tempo para renegociar um acordo de retirada. Então um de seus primeiros atos teria que ser estender ou rescindir o Artigo 50, atrasando ou até mesmo parando brexit enquanto as pessoas querem que continuemos esse processo", disse May. O acionamento do Artigo 50 do Tratado de Lisboa marcou o início do processo formal de saída do Reino Unido da União Europeia.




Twitter - Políticos

Michel Temer


Beto Richa


Rafael Greca


Álvaro Dias


Gleisi Hoffman


Roberto Requião

S5 Box