Qua, 12 de Dezembro de 2018 18:27

Theresa May vence votação no Parlamento e continua no cargo de primeira-ministra britânica

A primeira-ministra britânica Theresa May venceu a votação no Parlamento e permanecerá no cargo. May enfrentou nesta quarta-feira (12) um voto de desconfiança sobre a liderança do seu partido, o Conservador, depois que mais de 48 correligionários apoiaram a medida.

Foram 200 votos favoráveis à sua manutenção na liderança – e consequentemente como premiê – e 117 contra. Ela precisava de 159 votos para continuar.

Se tivesse perdido, ela deveria renunciar e uma nova votação dentro do Partido Conservador escolheria seu sucessor. Como ganhou, não poderá ser desafiada novamente pelos conservadores por um ano.

May, porém, fez uma concessão e prometeu, antes do início da votação, que não irá liderar o partido nas próximas eleições legislativas, em 2022. Com isso ela irá abrir caminho para a escolha de um novo primeiro-ministro nessa data. Ela não afirmou, no entanto, que não tentará manter o cargo se uma nova eleição geral for convocada antes disso.

Brexit

O principal argumento da primeira-ministra para convencer a maioria de seus correligionários foi o tempo até a data limite do brexit, 29 de março. Ela afirmou que uma troca de liderança poderia atrasar ou mesmo parar a saída do Reino Unido da União Europeia.

"Um novo líder não teria tempo para renegociar um acordo de retirada. Então um de seus primeiros atos teria que ser estender ou rescindir o Artigo 50, atrasando ou até mesmo parando o brexit enquanto as pessoas querem que continuemos esse processo", disse, fazendo referência ao Artigo 50 do Tratado de Lisboa, que foi acionado no início do processo formal de saída.




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box