Seg, 07 de Janeiro de 2019 12:51

O que esperar da CES 2019



Maior feira de tecnologia do mundo, a CES 2019 começa oficialmente nesta terça-feira (8), mas as novidades já estão rolando nos Estados Unidos. A partir desta segunda.

No domingo, a Consumer Technology Association (CTA), associação que organiza o evento, anunciou as principais tendências que devem ser vistas por quase 200.000 participantes neste ano.

A CTA espera que o mercado de tecnologia cresça para um novo recorde, com faturamento de US$ 398 bilhões. É esperado crescimento moderado em segmentos que já foram campeões da tecnologia, como os smartphones, que devem ter faturamento de US$ 80 bilhões, alta de apenas 2%.

Mas outros novas frentes, como o setor de casas conectadas, deve crescer 17%, segundo pesquisa realizada pela CTA — mesmo que o faturamento desse segmento seja estimado US$ 4,6 bilhões, apenas uma entrada. Os smart speakers, como os aparelhos de GoogleAmazon, devem crescer 7% e os smartwatches, 19%.

Durante a apresentação, Steve Koenig, vice-presidente de pesquisa de mercado, lembrou que estamos deixando a era da conexão para a era dos dados — algo que esses recursos todos utilizam. Confira alguns dos temas mais esperados para este ano na CES.

“Diferentes lâmpadas para o gênio”

Com essa frase, Ben Arnold e Lesley Rohrbaugh, diretor de inovação e tendências e diretora de pesquisa da CTA, se referem aos diversos formatos que a ativação por voz irão atingir neste ano.

Os assistentes de voz deixam de ficar nos celulares e nos speakers residenciais e passam a incorporar carros, eletrodoméstico e até mesmo serviços.

TVs maiores e com mais resolução

As TVs 8k devem voltar novamente à pauta este ano, agora mais acessíveis. São esperadas vendas de 200 mil aparelhos neste ano, podendo chegar a 1,5 milhão em 2022.

Apesar disso, a CTA divulgou dados sobre consumo dos televisores. Pela primeira vez, o tamanho médio de um televisor chegou a 48 polegadas, com estimativa de chegar às 50 polegadas daqui para 2021.

Com as TVs ficando maiores para conseguir lidar melhor com a quantidade de pixels, o desafio agora é conseguir encaixá-las na casa de clientes e gerar conteúdo em 8k.

Casas inteligentes

Da cozinha para fora e muito além da voz, esse mercado deve invadir eletrodomésticos, espelhos, armários, etc.

A estrada para a automação

Até alguns anos um sonho bastante distante, os carros autônomos já estão em projeto avançado, com estimativa de estarem completamente operantes em 2030.

Mais 3 cidades entram para a lista das que passam a testar a tecnologia ainda este ano. A montadora GM deve levar seus modelos para São Francisco, enquanto a Ford fica com Washington, e Daimler/Bosch vai para San Jose, na Califórnia. (Por Thiago Lavado, G1 - o jornalista viajou a convite da Nissan — Las Vegas)

Voltar ao Topo