segunda, 18 de fevereiro de 2019


Seg, 11 de Fevereiro de 2019 09:52

CENSO ESCOLAR REVELA: Número de estudantes, professores e escolas despencam no Paraná

(Foto: Franklin de Freitas) (Foto: Franklin de Freitas)


O número de alunos, professores e escolas registrou queda no Paraná em 2018, revelam dados do Censo Escolar, divulgado no último dia 31 pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão vinculado ao Ministério da Educação (MEC). A redução foi percebida na soma de todos os níveis da Educação Básica (o que inclui a Educação Infantil, o Ensino Fundamental e o Ensino Médio) na rede estadual, mas atinge também as demais redes de ensino (federal, municipal e privada).
Nas escolas estaduais paranaenses, o número de estudantes matriculados recuou 1,87% no ano passado na comparação com 2017, passando de 931.441 para 913.984. Considerando-se toda a Educação Básica e tanto escolas da rede pública como da rede privada, a queda foi menos expressiva, de 0,17%: em 2017 foram feitas 2.346.746 matrículas, enquanto em 2018 o número recuou para 2.342.756,
Seguindo a mesma tendência, o número de professores atuando na rede estadual e na rede federal caiu 3,35% e 1,06% no ano passado, respectivamente. Haviam 61.680 docentes nas escolas estaduais no ano passado, 2.137 a menos do que em 2017. Nas escolas federais, a redução foi menos drástica, com o número de docentes passando de 1.035 para 1.024.
Por outro lado, a rede municipal e privada de ensino contrataram mais profissionais. Nas escolas municipais, o número aumentou em 2,79%, passando de 69.299 em 2017 para 71.229 em 2018. Já nas escolas privadas o aumento foi de 2,01%, com 23.865 professores no ano passado contra 23.394 no ano anterior. Por fim, com relação ao número de estabelecimentos (ou instituições de ensino), houve queda nas redes estadual e privada, enquanto a federal se manteve estável (eram 33 escolas em 2018, número igual ao de 2017) e a municipal teve crescimento de 0,18% (passando de 8.680 escolas em 2017 para 8.696 no ano passado).
A queda mais significativa, novamente, ocorreu na rede estadual, com 40 escolas fechando as portas (redução de 1,13%, com 3.487 estabelecimentos ativos no ano passado). Na rede privada foram 22 escolas fechando as portas, com o número total caindo 0,53%, para 4.109 instituições.
Assim, somando-se as redes públicas e privadas de ensino, temos uma redução de 0,28% no número de escolas no Paraná em 2018, com o total passando de 16.371 para 16.325.

Educação profissional em alta
Duas das principais premissas da reforma do Ensino Médio, proposta em 2016 pelo governo Temer, a educação em tempo integral e o ensino profissional vivem momentos distintos no Paraná. Enquanto a primeira registrou queda no número de matrículas de 4,63% em 2018, a segunda teve aumento de 3,29%.
No caso das matrículas em tempo integral no ensino médio, haviam 9.452 alunos nessa condição em 2018 (2,22% do total de matrículas na etapa), contra 9.911 em 2017 (2,25% do total). A queda mais significativa ocorreu na rede privada, com o número de matrículas em período integral caindo de 2.139 para 1.134 (queda de 47%).
Por outro lado, o número de matrículas na educação profissional saltou de 128.386 em 2017 para 132.610 no ano passado. O crescimento ocorreu em todos os três níveis que ofertam esse tipo de ensino: federal (com alta de 12,6%, passando de 17.348 matrículas em 2017 para 19.540 matrículas em 2018), estadual (crescimento de 2%, passando de 70.882 para 72.300) e privada (alta de 1,53%, subindo de 40.156 para 40.770).

Volta às aulas agita escolas do estado
Organização da documentação escolar, matrículas, prestação de contas, atendimento à comunidade, reparos em salas de aula, refeitório e banheiros, pintura da quadra poliesportiva e jardinagem. É assim que as escolas da rede estadual de ensino estão se preparando para receber mais de um milhão de estudantes nesta segunda-feira para o início do ano letivo.
Para os 100 mil profissionais de escolas, as atividades retornaram na última semana, para participação da Semana Pedagógica, que ocorreu nos dias 7, 8, 11 e 12 de fevereiro.
O primeiro semestre termina no dia 12 de julho, e as aulas do segundo semestre começam no dia 29 do mesmo mês, totalizando duas semanas de férias para os estudantes no meio do ano. Já o último dia de aula será 19 de dezembro, uma quinta-feira. (Por Rodolfo Luis Kowalski , no portal Bem Paraná)



(Foto: Franklin de Freitas/Bem Paraná)




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box