Dom, 07 de Abril de 2019 19:14

LAVA TOGA - Em protesto pró-Lava Jato, manifestantes atacam o Supremo e defendem CPI

(Foto: Henry Milleo) (Foto: Henry Milleo)


Um grupo de manifestantes se reuniu na Boca Maldita, Centro de Curitiba, na tarde deste domingo, em um ato em defesa da operação Lava Jato, e com críticas ao Supremo Tribunal Federal (STF). Inicialmente, a manifestação foi convocada para pressionar o STF a decidir pela manutenção da prisão de condenados em segunda instância pela Justiça, mas mudou o foto após o presidente do Supremo, ministro Dias Toffoli, decidir suspender o julgamento das ações que tratam do assunto, prevista para o último dia 10. O julgamento agora não tem data para ser incluido na pauta do tribunal.

Com isso, a manifestação passou a ser programada  a pedir uma “limpeza no Supremo Tribunal Federal”, sob o nome de “Vem Pra Rua salvar a Lava Jato”. Na justificativa da convocação, o grupo diz que o ato é “pela manutenção da prisão em segunda instância, pelo impeachment de Gilmar Mendes” e “contra a sabotagem na Lava Jato.”

Assim como nas manifestações em favor do impeachment da ex-presidente Dilma Roussef, os participantes usam roupas na cor verde amarela e camisetas da seleção brasileira de futebol. Também há cartazes em apoio ao ministro da Justiça, Sérgio Moro, e em defesa da instação da Comissão Parlamentar de Inquérito apelidada de “Lava Toga”, para investigar a conduta de ministros do STF. (Bem Paraná)




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box