sábado, 19 de outubro de 2019


Qui, 25 de Abril de 2019 18:58

TJ condena ex-presidente do TCE e ex-secretário envolvidos no caso Copel/Olvepar

Pena de Hubert já prescreveu Pena de Hubert já prescreveu


A 2.ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça manteve nesta tarde de quinta-feira (25) as penas de prisão a que foram condenados no ano passado o ex-conselheiro e presidente do Tribunal de

Contas do Estado Heinz Erwig e o secretário da Fazenda e ex-presidente da Copel Ingo Hubert, a serem cumpridas em regime semiaberto. No caso de Heinz, por ter sido reduzida para cinco anos, a pena já prescreveu.

Ambos foram acusados de participar de um procedimento pelo qual créditos tributários devidos à Copel, no valor de quase R$ 40 milhões, foram transferidos irregularmente para a empresa Olvepar. Desta operação ilicita participou  também o notório doleiro Alberto Youssef – arquivo vivo de quase todas os grandes casos de crime de colarinho branco revelados ao país nos últimos anos.

O processo Copel/Olvepar tramitou pela Justiça durante 16 anos até terminar nesta sexta-feira com o julgamento de que participaram os desembargadores José Maurício Pinto de Almeida (relator, que propôs extensão das penas), Rabello Filho e José Carlos Dallacqua. Pela redução das penas votou Rabello Filho, apoiado por Dallacqua. (Blog Contraponto)




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box