segunda, 16 de setembro de 2019


Qua, 22 de Maio de 2019 21:17

Eleições para o Parlamento Europeu começam nesta quinta


Europeus escolhem 751 membros para representá-los na entidade em votação que dura 4 dias. Possível crescimento do bloco eurocético é foco de atenção.

Eleitores europeus começam a escolher nesta quinta-feira (23) os novos membros do Parlamento da União Europeia, em uma eleição de quatro dias que influencia não só a formulação de políticas em Bruxelas nos próximos cinco anos, mas também o próprio futuro do projeto da UE.

O Parlamento é a única entidade da União Europeia para a qual os representantes são eleitos diretamente, e os países têm autonomia para decidir como são escolhidos seus membros.

Tradicionalmente, grupos pró-União Europeia dominam o Parlamento, mas há a expectativa de que populistas de direita e políticos que se opõem à União ganhem espaço.

Nas eleições de 2009, somados, esses grupos tinham 11% das cadeiras. Em 2014, foram 20%.

Em abril, Matteo Salvini, político de um partido anti-imigração da Itália, anunciou a formação de uma frente populista de extrema-direita.

A expectativas deles é mudar, de dentro, as funções da União Europeia, com fortalecimento de fronteiras e mais autonomia para os países.

As pesquisas indicam que esses eurocéticos podem crescer e passar da barreira dos 20%. Ainda assim, os partidos que defendem a ação coletiva em temas comuns como comércio, segurança, imigração ou mudança climática ainda devem dominar a câmara, embora com uma maioria menor.




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box