Dom, 26 de Maio de 2019 19:10

Em 'final espanhola', Humberto Manhani confirma o favoritismo na Copa Brasil e vence o Absoluto A masculino

(Foto: Christian Martinez/RGB) (Foto: Christian Martinez/RGB)


Decisão do torneio em Brasília foi contra Luis Anjos, que também joga na Espanha. No feminino, Ediane Bresciani fechou semana perfeita

A Copa Brasil Centro-Norte-Nordeste teve uma "final espanhola" no Absoluto A masculino. Neste domingo (26), em Brasília (DF), Humberto Manhani (C.R.Saldanha da Gama/Joola/ADC Estrela/Sta.Cecília-SP) derrotou Luis Anjos (Pró Tênis de Mesa de Joaçaba-SC) na decisão, por 3 a 1 (3/11, 11/9, 11/8 e 11/5). Os dois atletas passaram a atuar no tênis de mesa espanhol nesta temporada.

Luis Anjos está atuando no Sevilla Club. Manhani joga pelo Arteal e teve uma boa primeira temporada na Europa. Foi campeão da Copa do Rei, título inédito para um clube da Região da Galícia. Mas também passou por dificuldades no período de adaptação.

"Foi a primeira vez que fiquei tanto tempo fora e o preço foi muito alto. Minha esposa não foi comigo, estava longe da família. Foi bem difícil. Mas sabia que era uma oportunidade. O nível deles, pelo fato de ter uma Liga, é muito mais alto, jogamos contra atletas diferentes. Isso ia me dar uma experiência bacana. O clube fez a melhor temporada da História, ficamos em segundo na Liga. Eles gostaram muito. Espero voltar agora com a minha esposa e fazer bons jogos na Europa", revela Manhani.

Manhani e Anjos fazem parte de uma lista com mais de 20 atletas brasileiros que estão atuando na Europa, em busca de evolução. Neste fim de semana, Hugo Calderano foi campeão alemão, pelo Ochsenhausen. O campeão da Copa Brasil acredita que este processo é importante para o tênis de mesa do nosso país.

"Hugo Calderano é um atleta excepcional. Acredito que ele possa ser melhor do mundo um dia. É o fruto de muito investimento, pois ele teve muito apoio desde as categorias de base, pela qualidade que sempre apresentou. Esse constante contato com o nível europeu e asiático faz com o que o tênis de mesa brasileiro evolua. Isso deu muito certo com ele e pode dar certo com outros. Aparecer um outro Calderano é difícil, mas acho que podem aparecer jogadores com um bom ranking", diz.

Ediane é campeã no feminino

Resultado de imagem para ediane bresciani

(Foto:Arquivo Google)


Se for possível escolher alguém que tenha tido uma semana perfeita no tênis de mesa brasileiro, esse alguém é Ediane Bresciani. A atleta do Clube de Campo de Piracicaba (SP) já havia faturado o ouro no rating A e na categoria juventude da Copa Brasil Centro-Norte-Nordeste. Neste sábado (25), ela fechou a competição com chave de ouro: bateu Luciana Morimoto (Nipo Campo Mourão-PR), por 3 a 0 (11/5, 11/9 e 11/8), na decisão do Absoluto A feminino, conquistando seu terceiro título em três dias.

A campanha irretocável da atleta do interior paulista foi composta de três vitórias, sem um set perdido no Absoluto A. Pouco? Não, pois ela também venceu os três jogos disputados na categoria juventude e as duas partidas do rating A, saindo de Brasília sem perder um confronto sequer.

"Fiquei muito feliz em ter conquistado a medalha de ouro depois dos outros dois ouros, no rating A e no juventude. Tive 100% de aproveitamento nesse campeonato. Eu e meu técnico, Fábio Lopes, estávamos focando nesse objetivo e felizmente deu tudo certo", explicou Ediane.

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.

(Fonte: Assessoria de Comunicação CBTM)




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box