Ter, 28 de Maio de 2019 22:17

Paraná começou a andar para trás. É o que diz o próprio secretário da Fazenda

Secretário da Fazenda, na Alep Secretário da Fazenda, na Alep


O governo do Estado registrou queda na receita, nos primeiros quatro meses de 2019, segundo dados da prestação de contas divulgado hoje. De acordo com os números oficiais, a receita total do Estado entre janeiro e abril deste ano foi de R$ 16,907 bilhões, o que significa uma queda nominal de 0,8% e real (descontada a inflação do período) de 4,86%, em relação ao mesmo período de 2018.

Entre os fatores que influenciaram a queda estão a redução nos repasses do governo federal. Segundo o balanço, as transferências federais caíram de R$ 1,740 bilhão nos primeiros quatro meses do ano passado para R$ 1,568 bilhão no mesmo período deste ano, uma queda nominal de 9,89% e real de 13,58%.

O Estado também registrou aumento na despesa de R$ 15,138 bilhões no primeiro quadrimestre de 2018 para R$ 15,580 bilhões, um aumento de 2,92% nominais, e uma queda de 1,30% em termos reais.

Os gastos com pessoal nos últimos doze meses, segundo o relatório, foram de R$ 17,081 bilhões o equivalente a 45% da receita líquida corrente. O porcentual ficou acima do limite de alerta da Lei de Responsabilidada Fiscal (LRF), que é de 44% e abaixo do limite prudencial, de 47%. O governo tem usado esse fator como argumento para sustentar que não há como pagar o reajuste dos servidores públicos, que estão com os salários congelados há três anos, e cobram a reposição da inflação dos últimos doze meses, de 4,94%.

Esses dados seriam apresentados amanhã, em audiência pública na Assembleia, pelo secretário de Estado da Fazenda, Renê Garcia Junior, mas a apresentação foi adiada para o próximo dia 5 em virtude de viagem dele à Brasília. (Bem Paraná)

NR: OU O GOVERNO COMEÇA A TRABALHAR PARA REPÔR AS FINANÇAS NOS EIXOS OU O ESTADO PODE REPETIR O DESCONTROLE EM OUTRAS UNIDADES DA FEDERAÇÃO (rIO GRANDE DO SUL E RIO DE JANEIRO, PRINCIPALMENTE) QUE PAGAM O FUNCIONALISMO EM PRESTAÇÃO...




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box