domingo, 20 de outubro de 2019


Seg, 17 de Junho de 2019 10:03

Ratinho e SBT terão de pagar R$ 400 mil a padre por “fake news”, diz colunista


A história falava que um morador da cidade de Astorga (Paraná) havia largado a mulher para ir morar com o padre

Uma ação iniciada em 1999 teve seu desfecho na semana passada, no STJ. Naquele ano, recém-contratado pelo SBT, Ratinho exibiu uma matéria “inventada” que culminou em danos morais a dois padres e um noivo.

A história falava que um morador da cidade de Astorga (Paraná) havia largado a mulher para ir morar com o padre que celebrou seu casamento. Além da notícia não ser verídica, o programa de Ratinho no SBT exibiu a imagem de um outro padre.

Os dois padres entraram na Justiça pedindo indenização por danos morais e acabaram vencendo, finalmente, após duas décadas, segundo informou com exclusividade neste domingo o colunista Lauro Jardim, de “O Globo”.
Não cabe mais recurso à sentença.

Procurado pela coluna do Ricardo Feltrin, do UOL, neste domingo, o SBT informou, por meio de sua assessoria, que não comentaria a decisão do STJ (Superior Tribunal de Justiça).

Também procurado pela coluna, o apresentador Carlos Massa, o Ratinho, não se pronunciou até o
momento.

Leia a coluna completa aqui

(A informação é do portal UOL)




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box