domingo, 23 de fevereiro de 2020


Ter, 02 de Julho de 2019 12:29

Ícone da corrupção na era PT, refinaria terá obras retomadas antes da venda


Custo subiu de US$2,3 bilhões para US$18,5 bilhões, no auge da corrupção petista

A refinaria de Abreu e Lima, em Pernambuco, verdadeira usina de corrupção no governo Lula (PT), por meio de contratos superfaturados, terá sua obra retomada no governo Bolsonaro antes de ser vendida pela Petrobras. Apesar do custo de construção ter aumentado em oito vezes, a refinaria só deve ser concluída no segundo semestre de 2020. A corrupção desenfreada do governo Lula fez o custo da refinaria, estimada em US$ 2,3 bilhões, saltar para US$18,5 bilhões. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

A roubalheira na refinaria começou a ser desvendada com confissão do seu principal operador: o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa.

Além de Abreu e Lima, a Petrobras já colocou à venda as refinarias de Landulpho Alves (BA), Getúlio Vargas (PR) e Alberto Pasqualini (RS).

NotíciasRelacionadas

O quilo que faltava

Arquivada investigação sobre suposta fraude na eleição do Senado

A Petrobras ainda não definiu quando as refinarias serão vendidas na segunda fase. As principais (Rio e São Paulo) devem ficar na empresa.




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box