segunda, 9 de dezembro de 2019


Ter, 02 de Julho de 2019 12:43

Novo movimento para reabrir a estrada do colono – que nunca deveria ser fechada...

A Frente Parlamentar pela Reabertura da Estrada-Parque Caminho do Colono quer aliar desenvolvimento econômico com preservação ambiental para garantir um novo modelo para o funcionamento do trecho, fechado pela última vez em 2001. A Frente, formada por 24 deputados e instituída durante reunião nesta segunda-feira (1º) na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), pretende que a população volte a trafegar na estrada, que fica no Parque Nacional do Iguaçu, no trecho da PR-495, entre Capanema e Serranópolis do Iguaçu. Uma das condições debatidas durante o encontro é que o trecho se transforme em uma estrada ecológica.

A primeira providência da Frente Parlamentar será debater as ideias com a população. Por isso, duas audiências públicas serão realizadas, primeiro no dia 15 de agosto, em Capanema, e depois no dia 16 de agosto, em Medianeira. O coordenador da Frente, deputado Nelson Luersen (PDT), explicou que uma série de cuidados serão impostos para a reabertura com o objetivo de preservação da fauna e da flora. Segundo o parlamentar, a estrada contará com policiamento e monitoramento por câmeras 24 horas, vai funcionar das 7 às 19 horas, não vai permitir o tráfego de caminhões, entre outras medidas. “Queremos trabalhar de forma efetiva, conversando com diversos representantes da sociedade, para resolver este imbróglio que se arrasta por anos. A população da região quer usar o trecho, mas também quer preservar. Hoje temos uma nova consciência ecológica”, avaliou.

O trecho da Estrada do Colono é de cerca de 17 quilômetros e corta o Parque Nacional do Iguaçu. Com o desmatamento na região e a criação de outras estradas, houve a pressão de grupos ambientalistas para o fechamento da estrada, o que aconteceu em 1986. Em 1997, ocorreu a reabertura ilegal do trecho, que foi fechado definitivamente em 2001, após ação conjunta do Exército, Polícia Federal e IBAMA. Com a estrada fechada, a distância entre as cidades de Medianeira e Capanema aumenta de 58 quilômetros para mais de 170 quilômetros.

NR – MANTER ESSA LIGAÇÃO FECHADA É UMA BURRICE SEM PRECEDENTES. CLARO QUE OS AMBIENTALÓIDES VÃO BABAR VENENO CONTRA, MAS O BOM SENSO DEVE PREVALECER.




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box