Ter, 09 de Julho de 2019 21:21

Com trapalhadas, intransigências e radicalismo Câmara tenta votar emenda da Previdência


O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), abriu nesta terça-feira (9) a sessão extraordinária na qual os deputados federais vão começar a discutir o texto-base da reforma da Previdência. A discussão é no plenário da Casa, em primeiro turno.

Como se trata de uma proposta de emenda à Constituição (PEC), a proposta da reforma precisa de 308 votos para ser aprovada em primeiro turno. Depois disso, será novamente apreciada em segundo turno e depois vai para o Senado.

Alguns parlamentares preveem a possibilidade de aprovar o texto-base já nesta terça. deixando para quarta-feira somente a análise de eventuais emendas e destaques (propostas de alteração no texto original) que vierem a ser apresentados em plenário.

Contudo, um movimento de partidos por mudanças na proposta provocou atraso na discussão Antes da análise da reforma, deputados iniciaram a discussão das mudanças nas regras previdenciárias e ainda debateram um projeto que regulamenta a "vaquejada". A sessão para apreciação da reforma da Previdência só começou depois disso.

Voltar ao Topo