terça, 17 de setembro de 2019


Sáb, 03 de Agosto de 2019 11:30

AQUI SE TRABALHA... Curitiba é a segunda capital que mais gerou empregos em 2019


O Paraná está entre os estados que mais geraram empregos no primeiro semestre de 2019 e Curitiba tem papel fundamental no desempenho. A capital paranaense é a segunda do Brasil que mais criou postos de trabalho no período, de acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério da Economia.

O saldo de Curitiba é de 12.071 empregos formais criados entre janeiro e junho, atrás apenas da capital paulista. “Curitiba tem a maior população do estado e o maior número de empresas, por isso atuamos de forma intensa na Agência do Trabalhador e fomentamos programas de geração de emprego e renda na região”, diz o secretário da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost.

“O resultado pode ser considerado excelente, porque os grandes centros urbanos do país foram os mais afetados pela crise nos últimos anos”, afirma a economista Suelen Glinski, do Departamento do Trabalho da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho. “No Paraná podemos observar um crescimento das cidades maiores, não só Curitiba como também Londrina, Maringá e Cascavel, como os principais geradores de emprego”, avalia.

MELHOR EM CINCO ANOS - O secretário Leprevost ressalta que este é o melhor saldo de empregos na capital nos últimos cinco anos e destaca a contribuição das medidas adotadas pelo Governo Estadual. A Agência do Trabalhador da capital intensificou os esforços de intermediação de mão de obra para acelerar o tempo de colocação dos trabalhadores no mercado. De janeiro a junho, 8.979 pessoas foram atendidas na agência curitibana e encaminhadas para entrevistas em empresas. Em média, cada trabalhador que busca a Agência é encaminhado para cinco entrevistas de emprego.

ONDE ESTÃO AS VAGAS - O setor de Serviços continua tendo importância vital para a geração de empregos em Curitiba. De janeiro a junho, a área foi a recordista criação de vagas, com um saldo de 9.651 postos de trabalho.

Em seguida vem o setor de Construção Civil, com saldo de 1.957 empregos. Em terceiro lugar, o Comércio fechou o semestre com saldo positivo de 761 empregos na capital.

Em relação às ocupações, os destaques na geração de empregos no primeiro semestre em Curitiba ficaram com escriturários em geral; agentes, assistentes e auxiliares administrativos (2.075 empregos criados), seguido pela ocupação de trabalhadores nos serviços de manutenção de edificações (1.939 empregos criados).

SERVIÇO - A Agência do Trabalhador de Curitiba fica na Rua Pedro Ivo, 503 - Centro, e  atende de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box