quinta, 21 de novembro de 2019


Qua, 07 de Agosto de 2019 21:34

Gaeco lança nova fase da Quadro Negro

Beto é o alvo Beto é o alvo


Em 47 páginas, o Ministério Público Estadual (Gaeco) detalhou ao juiz da 9.ª Vara Criminal de Curitiba todos os fatos que apurou que apontavam para a conveniência de lançar mais uma etapa da Operação Quadro Negro – cumprida na manhã desta quarta-feira (7) com quatro prisões e 32 buscas e apreensões autorizadas pela Justiça.

A Quadro Negro foi deflagrada em 2015 com o objetivo de investigar o desvio de verbas para a construção de escolas no Paraná. Inicialmente, envolvia apenas uma empresa construtora, sete escolas e funcionários da secretaria da Educação, dentre os quais o diretor Mauricio Fanini, que logo depois aderiu a um acordo de delação.

A partir da delação de Fanini, relata do Gaeco, foi possível ampliar a investigações e chegar à participação de outros agentes públicos ligados ao ex-governador Beto Richa – dentre os quais o assessor Fabio Dallazem -, além de empresas e pessoas físicas que tiveram participação em esquemas semelhantes que abrangeram outros estabelecimentos de ensino.(Contraponto)




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box