segunda, 9 de dezembro de 2019


Seg, 09 de Setembro de 2019 12:52

Partido de Putin sofre duro revés nas eleições locais de Moscou


Os comunistas foram os grandes vencedores da eleição, com a conquista de 13 cadeiras, contra cinco no atual Parlamento.

O partido que governa a Rússia sofreu um revés no domingo (8) nas eleições para o Parlamento de Moscou, ao perder um terço de suas cadeiras, de acordo com resultados provisórios.

Após a apuração de quase todos os votos, os candidatos apoiados pelas autoridades perderam em 20 dos 45 distritos da capital, após um verão de protestos da oposição.

No atual Parlamento, os partidários do presidente Vladimir Putin controlavam 38 das 45 cadeiras.

Os comunistas foram os grandes vencedores da eleição, com a conquista de 13 cadeiras, contra cinco no atual Parlamento.

O partido liberal Yabloko conquistou três cadeiras e outra foi obtida por uma candidata independente que era apoiada pela formação.

O partido Rússia Justa, opositor "tolerado" pelo Kremlin, entra no Parlamento com três deputados.

Nove deputados do Rússia Unida não foram reeleitos, incluindo o líder moscovita Andrei Matelsky, que era eleito sem interrupção desde 2001, de acordo com a agência de notícias Interfax.

A taxa de participação foi de 21,77%, levemente acima da registrada em 2014.

As eleições provocaram uma disputa entre o governo e a oposição, que protestou durante várias semanas contra a proibição de várias candidaturas de opositores.

O principal líder opositor, Alexey Navalni, convocou um "voto inteligente", apoiando os candidatos em melhor posição para derrotar os candidatos governistas.




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box