domingo, 8 de dezembro de 2019


Ter, 24 de Setembro de 2019 13:17

'Maduro é um fantoche de Cuba', diz Trump na Assembleia Geral da ONU

Presidente Donald Trump, dos Estados Unidos, foi o segundo a falar em debate da Assembleia Geral da ONU, depois de Jair Bolsonaro.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, discursou na Assembleia Geral da ONU nesta terça-feira (24), logo após Jair Bolsonaro.

"O ditador Maduro é um fantoche de Cuba", acusou Trump, em uma fala que também teve ataques à China, ao Irã, aos ativistas americanos que querem uma política de imigração menos restrita e às redes sociais.

Trump disse que está comprometido com apoiar as pessoas oprimidas, "como as que vivem em Cuba, Nicarágua e Venezuela".

Depois de chamar Nicolás Maduro de ditador e fantoche de Cuba, afirmou que os EUA não reconhecem mais a autoridade do venezuelano, e que o país tem milhões de dólares para serem entregues como ajuda humanitária. "[Para isso] aguardamos o dia em que a democracia será restaurada", disse.

O "espectro do socialismo", aliado a novas tecnologias, é destruidor, segundo Trump.

Reclamações contra a China

A sua primeira reclamação durante sua fala na ONU foi em relação às práticas comerciais chinesas.

A admissão da China na Organização Mundial do Comércio (OMC), em 2001, foi anunciada como uma forma de obrigar os asiáticos a liberar a economia e se adaptar a regras de mercado, o que, segundo Trump, não aconteceu.




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box