quinta, 17 de outubro de 2019


Seg, 30 de Setembro de 2019 19:49

Curitiba recebe pesquisadores do mundo todo para discutir as florestas


Foi aberto nesta segunda-feira (30/9), no Teatro Positivo, o 25° Congresso Mundial da IUFRO (União Internacional de Organizações de Pesquisa Florestal). A capital paranaense é a primeira cidade da América Latina a receber o evento, que acontece desde 1893.

Na solenidade, o prefeito Rafael Greca foi convidado a dar as boas-vindas às autoridades e aos congressistas.

“É uma grande honra para a cidade que tem nome de semente de árvore receber pesquisadores florestais, essas 2,5 mil pessoas que tornam Curitiba a capital mundial da pesquisa florestal nesta semana”, disse Greca.

Em seu pronunciamento, o prefeito comentou sobre a estrutura da cidade e as suas iniciativas de conservação ambiental. Como destaque, falou do grande maciço de áreas verdes, que corresponde a 60 metros quadrados de área verde por habitante.

“São 51 parques, 976 praças, 27 Reservas Particulares do Patrimônio Natural Municipal (RPPNMs) e um Jardim Botânico, que é um centro de pesquisa e conservação da mata atlântica”, enumerou o prefeito. “Somos, ainda, uma cidade de universidades e capital de um Estado como o Paraná, que tem um agronegócio esclarecido que conjuga produção com preservação florestal”, completou.

Estiveram presentes ao evento o governador Carlos Massa Ratinho Junior; o presidente da IUFRO, Michael Wingfield; o presidente do comitê organizador e diretor de Pesquisa e Informações Florestais do Serviço Florestal Brasileiro, Joberto Veloso de Freitas; a vice-presidente do comitê e pesquisadora da Embrapa Florestas, Yeda Malheiros de Oliveira.

Participaram, ainda, o chefe-geral da Embrapa Florestas, Edson Tadeu Iede; e o diretor-presidente da Companhia Nacional de Abastecimento, Newton Araújo Silva Júnior. As secretárias municipais do Meio Ambiente, Marilza Oliveira Dias e da Comunicação Social, Mônica Santanna; e a presidente do Instituto Municipal do Turismo, Tatiana Turra, acompanharam o prefeito

Congresso
O evento, que segue até a próxima sábado (5/10) no Expo Unimed Curitiba, no campus Ecoville da Universidade Positivo, é promovido pela União Internacional de Organizações de Pesquisa Florestal (Iufro), entidade científica presente em 126 países.

Acontece a cada cinco anos e aqui é organizado pela Embrapa, com a coordenação da Embrapa Florestas, e Serviço Florestal Brasileiro, vinculado são Ministério da Agricultura, Agropecuária e Abastecimento. O tema desta edição é Pesquisa Florestal e Cooperação para o Desenvolvimento Sustentável.

Novas araucárias
Na tarde do último domingo (29/9), o plantio de cinco novas araucárias na coleção Araucárias do Mundo, do Jardim Botânico de Curitiba, simbolizou o início do congresso, com a presença de autoridades e participantes.

Foram plantadas uma Araucaria montana, da Nova Caledônia; uma Araucaria heterophylla, das Ilhas Norfolk, na Austrália; e uma araucária apelidada de “Mercosul”, uma enxertia de Araucaria araucana, nativa do Chile (que corre risco de extinção) e que não se desenvolve sozinha no Brasil, em uma Araucaria angustifolia, brasileira.

O enxerto é resultado de estudos do Professor Flavio Zanetti, da Universidade Federal do Paraná, que também estará presente no congresso.

Outro tipo de enxerto, de Araucaria angustifolia com Araucaria bidwillii (outra australiana) também foi plantado. A quinta muda plantada foi um clone de uma araucária de alta produtividade de pinhão da região de Caçador (SC).

A cerimônia também contou com as presenças do Chefe Geral da Embrapa Florestas, Edson Tadeu Iede, do Diretor Geral do Serviço Florestal Brasileiro, Valdir Colatto, da Secretária do Meio Ambiente, Marilza Oliveira Dias, além de outras autoridades e participantes do Congresso.




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box