quarta, 22 de janeiro de 2020


Dom, 08 de Dezembro de 2019 11:28

Corrupta e processada, Cristina e seu pau-mandado Alberto tomam posse terça-feira na Argentina; Bolsonaro diz ‘tô fora’...

A criatura e a criadora.... A criatura e a criadora....


O Brasil é o maior parceiro comercial da Argentina, que é, por sua vez, o principal destino das exportações industriais brasileiras. Bolsonaro deverá ser o primeiro chefe de Estado do Brasil, em 17 anos, a não participar da posse de um presidente argentino.

A expectativa é que o representante do governo brasileiro na cerimônia seja o ministro da Cidadania, Osmar Terra.

Devido aos inúmeros processos por corrupção que pesam contra ela, Cristina Kirchner declinou da candidatura presidencial (seu sonho) e indicou seu mais fiel títere, Alberto Fernandez, ex-chefe de Gabinete (equivalente a Casa Civil) dos ex-presidentes Nestor Kirchner, que morreu em 2010, e de Cristina. Alberto é professor de Direito e pretende realizar um acordo nacional com diferentes setores, como políticos, empresários, sindicatos e movimentos sociais, para tirar a Argentina da crise.

Todos sabem, entretanto, que quem governará será ela e não ele. Na campanha havia até uma frase indicativa dos eleitores: “Alberto no palácio, Cristina no poder”...

Esse bordão, aliás, foi copiado: Quando Juan Peron não podia se candidatar a mais um mandato ele indicou uma bailarina de cabaré – sua amante – chamada Izabel, ou Izabelita como candidata à presidência – que foi efetivamente eleita, mas não governava

Os peronistas cantavam: “Izabelita no governo, Peron no poder”...




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box