quarta, 22 de janeiro de 2020


Dom, 08 de Dezembro de 2019 12:36

Curitiba consegue financiamento de R$ 1,65 milhão para projetos

Terminais e transporte urbano no projeto Terminais e transporte urbano no projeto


A Prefeitura de Curitiba conseguiu a aprovação, pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), de financiamento de R$ 1,65 milhão para a contratação de projetos de mobilidade urbana no leste da cidade. Os recursos fazem parte do Programa Avançar Cidades, gerenciado pela Caixa Econômica Federal, e foram anunciados nesta sexta-feira (6/12) pelo ministério.

Serão financiados os projetos executivos do novo terminal do Capão da Imbuia, da trincheira sob a Avenida Prefeito Lothário Meissner - para a ligação das ruas Alberto Twardowski e Engenheiro Ostoja Roguski - no Jardim Botânico, e da requalificação da Rua Francisco Mota Machado, formando um trinário com as avenidas Affonso Camargo e Prefeito Maurício Fruet.

“Desde 2018 estamos negociando a liberação desses recursos junto ao governo federal. O andamento dos projetos é importante para o avanço da cidade", afirma o presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), Luiz Fernando Jamur.

O próximo passo é a elaboração do edital para a licitação dos projetos executivos, que deverá ser feita no início do ano que vem. Somente após a conclusão dos projetos executivos será possível licitar as obras.

Transporte

Pelo projeto proposto pelo Ippuc, o novo terminal do Capão da Imbuia deverá ocupar um novo endereço em área próxima à Rua da Cidadania do Cajuru e o futuro binário das ruas Nivaldo Braga com Professora Olga Balster.

A infraestrutura irá se somar à consolidação de um novo sistema trinário de vias no Eixo Leste, do qual faz parte a intervenção na Rua Francisco Mota Machado, para a integração dos sistemas viário e de transporte. Neste trinário, a Avenida Presidente Affonso Camargo ficará ao centro, ladeada pela Avenida Prefeito Maurício Fruet na ligação com o bairro e a Rua Francisco Mota Machado no sentido oposto (bairro-centro).

Inaugurado em 1982, o atual terminal do Capão da Imbuia fica na Avenida Presidente Affonso Camargo, entre as ruas Professor Nivaldo Braga e a Ronaldo José Carboni. Ele integra seis linhas de ônibus que transportam 39 mil passageiros por dia.

Integrado à Rua da Cidadania do Cajuru, o novo terminal contará com três plataformas, sendo duas destinadas aos biarticulados (BRT) e às Linhas Diretas e outra para as linhas alimentadoras.

Como parte da infraestrutura de suporte aos usuários haverá sanitários, guarda-volumes, ligação subterrânea entre as plataformas e bicicletários com capacidade para 108 bicicletas. O terminal será totalmente monitorado por câmeras de segurança interligadas a CCO.

Trincheira

Já a trincheira sob a Avenida Prefeito Lothário Meissner, no Jardim Botânico, possibilitará a ligação das ruas Alberto Twardowski e Ostoja Roguski eliminando o semáforo existente. A ligação irá melhorar o tráfego na região facilitando a integração no sentido Prado Velho-Cristo Rei.

Financiamento

O programa Avançar Cidades – Mobilidade Urbana no qual a Prefeitura enquadrou os projetos promove o financiamento, por meio do uso de recursos do FGTS, a iniciativas que têm objetivo de melhorar a qualidade da circulação de pessoas nos municípios.

Os recursos são captados via empréstimo do governo federal pelo Programa Pró-Transporte, com contrapartida de pelo menos 5% do valor do investimento e taxa de juros de 6% ao ano.

A Prefeitura de Curitiba conta com mais de uma dezena de projetos dentro do programa Avançar Cidades, entre eles os de estruturação de vias conectoras da cidade, binários de trânsito, melhorias viárias e de sistema de transporte.




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box