sábado, 16 de novembro de 2019


Qui, 17 de Janeiro de 2013 10:28

Senado: Calheiros é favorito, mas surge outro ‘voluntário’, Pedro Taques se articula para disputar




Integrante do grupo dos chamados independentes, o senador Pedro Taques (PDT-MT) está articulando sua candidatura à presidência do Senado contra o líder do PMDB, senador Renan Calheiros (AL), diz reportagem política do jornal O GLOBO. 

Se Taques conseguir reunir mais apoios do que o senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), esse último retiraria seu nome do páreo. Senadores do PSDB estariam dispostos a votar no pedetista, mas teriam resistência a Randolfe.

As duas candidaturas, tanto a de Taques como a do senador do PSOL, seriam mais uma forma de protesto contra a eleição de Renan, que é praticamente certa. O líder do PMDB foi afastado do comando do Senado, em 2007, acusado de ter despesas pessoais pagas por um lobista de empreiteira.

- Eu quero ser candidato, mas não posso ser candidato de mim mesmo. Estou conversando com senadores para ver se tenho apoios. O mais importante é termos um debate. Vivemos um momento de restauração do Senado, independente de nomes - afirmou Taques.

Randolfe, que é do mesmo grupo de Taques - os chamados independentes - disse que não foi informado sobre a intenção do pedetista de disputar a presidência do Senado. O senador do PSOL continua em campanha.

- Eu conversei com o Pedro ontem (terça-feira) e ele não me disse nada. A minha candidatura está mantida. Eu conversei hoje com o senador Pedro Simon e estou contando que a candidatura está avançando. Se outro nome for colocado, avaliaremos - disse Randolfe.




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box