domingo, 20 de outubro de 2019


Seg, 28 de Janeiro de 2013 20:48

Mata Sul Pernambucana ganha Árvore do Conhecimento




O território da Mata Sul Pernambucana tem, a partir de agora, um repositório virtual abrangente e completo  de conhecimentos, resultados de pesquisas e publicações. É a Árvore do Conhecimento (AC) Território da Mata Sul Pernambucana, um espaço na internet em que as informações podem ser obtidas pela navegação numa estrutura ramificada em forma de árvore hiperbólica, por hipertexto ou pelo serviço de busca.

Publicadas na Agência Embrapa de Informação Tecnológica (Ageitec), as Árvores do Conhecimento são uma forma de organização das informações e documentos sobre temas específicos para navegação e acesso em forma de teia hierarquizada, com visual semelhante ao da copa de uma árvore. Cada nó e subnó da teia representa um link para documentos e arquivos com informações detalhadas sobre diversos aspectos do tema de pesquisa.

Devido à sua complexidade, envolvendo os mais diversos temas e 26 instituições, a AC Território da Mata Sul Pernambucana levou três anos para ser concluída, desde a sua concepção até a sua publicação, passando pela realização de oficinas no território para apresentação da ferramenta e elaboração dos textos pelas instituições que encamparam o projeto.

Construída de modo participativo, a nova árvore traz informações sobre as características do território; programas em execução; organização social; atividades econômicas, como os cultivos indicados; políticas públicas e instituições.

O trabalho foi coordenado pela Embrapa Tabuleiros Costeiros (Aracaju, SE), a partir de um projeto financiado pelo Programa Agrofuturo/BID, em parceria com a Embrapa Informação Tecnológica (Brasília, DF), Embrapa Informática Agropecuária (Campinas, SP) e Embrapa Solos (Rio de janeiro, RJ), através de sua Unidade de Execução de Pesquisa (UEP) em Recife.

A publicação tem como editor técnico o pesquisador Josué Francisco da Silva Junior, da Embrapa Tabuleiros Costeiros. Participaram da elaboração dos mais de 200 nós e subnós 64 autores de diferentes instituições que atuam de alguma forma no desenvolvimento da Mata Sul Pernambucana.

“É um interessante repositório de informações em diversos níveis sobre o Território que pode ser acessado por diversos segmentos da sociedade. Acreditamos que com a divulgação do resultado final, outros nós poderão ser incorporados, bem como outros organismos poderão ser inseridos no processo que é dinâmico, ou seja, pretendemos atualizar periodicamente as informações, mas será necessária a participação de todos os autores”, explicou Josué.

Território
O Território Mata Sul - PE abrange uma área de 4.003,40 Km² e é composto por 19 municípios: Barreiros, Bonito, Jaqueira, Rio Formoso, São José da Coroa Grande, Tamandaré, Água Preta, Amaraji, Belém de Maria, Catende, Cortês, Gameleira, Joaquim Nabuco, Maraial, Palmares, Primavera, Ribeirão, São Benedito do Sul e Xexéu.

A população total do território é de 468.853 habitantes, dos quais, segundo dados do Sistema de Informações Territoriais do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA),  134.707 vivem na área rural, o que corresponde a 28,73% do total. Possui 12.668 agricultores familiares, 10.145 famílias assentadas e 1 comunidade quilombola. Seu IDH médio é 0,62.




Twitter - Políticos

Jair Bolsonaro


Ratinho Junior


Rafael Greca


Álvaro Dias


Flavio Arns


Professor Oriovisto Guimarães

S5 Box