Nacional
O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) anunciou nesta terça-feira (20) o nome do deputado Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS) como ministro da Saúde em seu governo. O anúncio foi feito pelo Twitter após encontro de Bolsonaro com representantes das Santas Casas e deputados da Frente Parlamentar da Saúde. Mandetta será o terceiro ministro do DEM no governo Bolsonaro. Além dele, já foram anunciados Onyx Lorenzoni (DEM-RS) para a Casa Civil e Tereza Cristina (DEM-MS) para a Agricultura. Médico e ex-secretário de… Leia Mais
Roberto Castello Branco falou com a imprensa ao deixar o local onde funciona o gabinete do governo de transição. Ele não quis comentar uma eventual venda de ativos da Petrobras. O futuro presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, afirmou nesta terça-feira (20) que o foco da empresa deve ser a aceleração da exploração do pré-sal. Escolhido para comandar a estatal na gestão do presidente Jair Bolsonaro, Castello Branco esteve nesta terça do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília,… Leia Mais
O presidente eleito Jair Bolsonarodesembarcou na Base Aérea de Brasília por volta das 8h30 desta terça-feira (19) para se reunir com a equipe de transição de governo e com autoridades. Logo após desembarcar em Brasília, Bolsonaro confirmou por meio de sua conta no Twitter que vai manter no cargo o ministro Wagner Rosário da Transparência e da Controladoria-Geral da União (CGU). Até o momento, ele é o primeiro ministro do governo de Michel Temer que permanecerá na gestão de Bolsonaro. Pela agenda… Leia Mais
Hospital que prestou o primeiro atendimento após o na época candidato levar uma facada durante um ato de campanha Ainda no mandato de deputado federal pelo PSL do Rio de Janeiro, o presidente eleito, Jair Bolsonaro, destinou R$ 2 milhões em uma emenda individual parlamentar para a Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora (MG), hospital que prestou o primeiro atendimento após o então candidato à Presidência levar uma facada durante um ato de campanha na cidade mineira em… Leia Mais
Eles estão em toda parte: Petrobras, BB, Caixa, BNDES... Lula cumpre pena por corrupção, sua sucessora sofreu impeachment, meio PT está preso ou a caminho da cadeia, mas o partido ainda manda, e muito, nas empresas estatais do governo federal, sobretudo em negócios de patrocínio e publicidade da Petrobras, Banco do Brasil, Caixa e BNDES, que totalizam cerca de R$2 bilhões anuais. O desafio do governo Bolsonaro será acabar com o poder petista nas estatais. A informação é da Coluna… Leia Mais
A Associação Médica Brasileira (AMB) qualificou de retaliação a decisão do governo cubano de romper o acordo firmado com o Brasil no âmbito do Programa Mais Médicos e retirar os intercambistas do país. Em nota divulgada neste sábado (17), a AMB diz que o governo brasileiro transferiu “de forma temerária” para Cuba parte da responsabilidade pelo atendimento na atenção básica e que isso deixou o Brasil “submisso aos humores” do governo de outro país. “Os impactos negativos previstos são os… Leia Mais
Levantamento mostra que Jair Bolsonaro terá o apoio inicial de até 260 deputados e 39 senadores. Para aprovar a PEC da Previdência, o presidente eleito precisará negociar com o Congresso a fim de chegar, ao menos, aos 308 votos na Câmara e 54 no Senado O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), deve iniciar a gestão com o apoio de 222 deputados federais e 23 senadores, de acordo com a Queiroz Assessoria Parlamentar e Sindical. A consultoria Arko Advice coloca um… Leia Mais
Doações ao PSL, questionadas pelo TSE, têm valores irrisórios em campanha barata A advogada Karina Kufa, que representa o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), informou ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) nesta sexta-feira (16) que não é responsabilidade da campanha se algumas pessoas vetadas pela legislação fizeram doações para o candidato. Os técnicos do TSE apontaram vários doadores que seriam “permissionários”, com valor total de R$ 5.200 sob suspeita. A legislação proíbe que candidatos recebam doação de pessoa física que exerça atividade… Leia Mais
O Ministério da Saúde informou na manhã desta sexta-feira (16) que a seleção de médicos brasileiros para ocuparem as vagas que serão deixadas pelos profissionais cubanos do programa Mais Médicos ocorrerá ainda em novembro. Na última quarta (14), o Ministério da Saúde Pública de Cuba anunciou a decisão de deixar o programa Mais Médicos, criado durante o governo da ex-presidente Dilma Rousseff. Cuba enviava profissionais para atuar no Brasil desde 2013. O governo cubano atribuiu a decisão a "declarações ameaçadoras e depreciativas"… Leia Mais
O presidente eleito Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira (16) que é "injusto" e "desumano" destinar aos mais pobres o atendimento médico por parte de profissionais cubanos "sem qualquer garantia" de qualidade. A declaração foi dada após café da manhã entre Bolsonaro e o comandante da Marinha, o almirante de esquadra Eduardo Bacelar Leal Ferreira, no Comando do Primeiro Distrito Naval, no Centro do Rio. Para o presidente eleito, o governo brasileiro não tem comprovação de que os profissionais de saúde… Leia Mais
  O economista Roberto Campos Neto, executivo do banco Santander, foi indicado para comandar o Banco Central na gestão do presidente Jair Bolsonaro, a partir de janeiro do ano que vem. A informação é da equipe de transição do governo eleito. Nessa última semana, ele foi visto no centro de transição, em Brasília. O indicado, conforme diz seu nome, é neto do economista Roberto Campos, expoente do pensamento liberal e defensor do Estado minimalista no país, tendo ocupado, entre outros… Leia Mais
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>
JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL



Twitter - Políticos

Michel Temer


Beto Richa


Rafael Greca


Álvaro Dias


Gleisi Hoffman


Roberto Requião

S5 Box